terça-feira, 8 de outubro de 2013



Projeto de pesquisa

PROJETO DE  PESQUISA


O Projeto de Pesquisa foi concebido para ser uma descrição da estrutura do um empreendimento que se pretende seja realizado, ou seja, um esboço inicial do que se quer fazer. De acordo com a ABNT, o projeto é uma das fases da pesquisa; é a descrição da sua estrutura. Serve para o acadêmico traçar o roteiro inicial daquilo que será seu trabalho. Esse roteiro certamente poderá sofrer algumas modificações, alguns acréscimos, algumas melhorias, enfim, poderá ser aprimorado, principalmente depois de iniciadas as pesquisas e obtidas as orientações necessárias.
O Projeto de Pesquisa deverá compor-se dos seguintes elementos:

Parte externa: capa e lombada 
Parte interna: folha de rosto, listas, sumário, introdução, referencial teórico, metodologia, recursos,
                    cronograma, referências, glossário, apêndice
(s), anexo(s)

Registre-se que não se pode estabelecer uma Conclusão nos Projetos, porque é ali que serão apresentados os resultados obtidos depois de desenvolvido o Projeto, analisados seus resultados e elaborado o Trabalho final.

Introdução
 Aqui reside uma das maiores confusões que encontramos quando se trata de Trabalhos Acadêmicos. Afinal, deve-se ou não numerar a Introdução de um Trabalho? A resposta é NÃO quando se trata de um Trabalho de Conclusão, PORÉM num PROJETO DE PESQUISA, SIM.
A confusão deve-se ao fato de a palavra INTRODUÇÃO estar sendo utilizada para designar DUAS coisas diferentes. Num Trabalho de Conclusão, INTRODUÇÃO é uma PARTE do Trabalho. Já no Projeto de Pesquisa, a INTRODUÇÃO é onde devem ser apresentados vários tópicos que comporão a pesquisa a ser desenvolvida. A ABNT, inclusive, em seu texto, fala em PARTE INTRODUTÓRIA e não INTRODUÇÃO.
Portanto, num Trabalho de Conclusão, por se tratar de uma PARTE do Trabalho, NÃO se numera a Introdução, porém num Projeto de Pesquisa, por se tratar de um elemento onde serão apresentados os vários tópicos que serão desenvolvidos, ela deve ser numerada SIM.
Na INTRODUÇÃO do PROJETO DE PESQUISA devem ser apresentados o tema do projeto e sua respectiva delimitação, o problema a ser abordado, a(s) hipóteses(s), bem como o(s) objetivo(s), geral e específicos, e a(s) justificativa(s) da escolha do tema, da sua relevância e de possíveis contribuições para a área em que se insere o projeto. O texto da Introdução pode ser feito numa sequência única, ou topicalizada, ou seja, já que a Introdução é numerada e, portanto, compõe uma seção primária, ela pode ser dividida em subseções. Por essa razão, diferentemente de outros trabalhos, a Parte Introdutória referida pela Norma e chamada aqui, por respeito à tradição, de Introdução, será uma seção extensa, mais extensa que as demais seções do projeto.
Assim:
1 INTRODUÇÃO
1.1 TEMA
1.1.1 Delimitação do tema
1.2 PROBLEMA
1.3 HIPÓTESES
1.4 OBJETIVOS
1.4.1 Geral
1.4.2 Específicos
            1.5 JUSTIFICATIVAS
Desenvolvimento
No Desenvolvimento do projeto devem ser apresentados o Referencial Teórico a Metodologia, População e amostra, se for o caso, Recursos e Cronograma.  
É fundamental que os elementos estejam bem organizados, especialmente aqui, para que o Trabalho final possa ficar o mais objetivo e pertinente possível. É necessário que se faça um esboço do que se vai explicitar em cada parte e verificar se está sendo formado um todo fluente, um assunto levando ao outro, sem exageros, sem contradições, com coesão e com coerência.

Elementos pós-textuais
Referências, Glossário, Apêndices e Anexos são os elementos que devem vir logo após e todos eles devem seguir as mesmas indicações feitas para os demais Trabalhos Científicos.
Nas referências devem constar obrigatoriamente os documentos consultados no Levantamento de Literatura para a elaboração do Projeto. Nela normalmente constam os documentos e qualquer fonte de informação consultados. Essa listagem prévia pode ser modificada posteriormente.

+ Mais detalhes e complementações em:
FURASTÉ, Pedro Augusto. NORMAS TÉCNICAS PARA O TRABALHO CIENTÍFICO. 17.ed. Porto Alegre: Dáctilo-Plus, 2013.




















Um comentário:

  1. Sigo sempre suas orientações, professor, porém a ABNT é apenas sugestiva, não é regra, isso faz com que haja uma grande contradição em várias instituições para a presentação de trabalhos científicos. Uma pena!

    ResponderExcluir